domingo, 24 de abril de 2011

Virada da chave

Não sei se com vocês isso acontece...mas comigo ocorre um fenômeno um tanto quanto inusitado.
Já não é a primeira vez em que, depois de um período de sofrimento por ter perdido alguém, que por livre e espontânea vontade saiu da minha vida, eu acordo em um belo dia e não ligo mais.

Simples assim. Eu não sei como, não sei porque, mas acordo não me importando mais. Não quero mais, algo meio Martnalia "não quero ser seu amigo, nem inimigo, nada...".

Bom, mesmo sem entender como funciona esse mecanismo dentro de mim, confesso que é de uma alegria quando isso acontece...é como se eu viesse carregando uma mochila de cinquenta quilos e chego no meu destino, tiro a mochila, tomo um copo de agua gelada e me sento no sofá. A sensação de leveza e descanso é a mesma.

Eu batizei esse fenomeno de "virar a chave". É quando eu vou lá, inconscientemente, e desligo o dejuntor daquela situação. Corta a energia e ela não é mais alimentada, não tem como funcionar, nem como dar choque. Sacou?

Fiquei feliz...

12 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Acontece comigo muito, eu chamo da boa e velha "virada de página". Quando algo que parecia importante simplesmente perde o valor, se torna inútil pensar, pode ser uma situação ou uma pessoa.

Beijocas

Dama de Cinzas disse...

Faça uma visitante do seu blog feliz. Tire essas letrinhas de confirmação de comentário, é um apenas um pedido... rs

Entre na área "Configurações" do Blogger, depois clique em "Comentários", depois role a tela a lá em baixo tem "Exibir uma confirmação de palavras para os comentários", marque NÃO e salve.

Claro que o blog é seu, você faz o que quiser com ele e vou respeitar completamente sua decisão de deixar ou não as letrinhas, mas isso incomoda tanta gente!

Obrigada pela compreensão!

Beijocas

Debora Giangiarulo disse...

Imagina!! Ja alterei! Muito obrigada pelo toque, viu?
Um beijo!

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Adorei o vira chave. Bom usar todos os dias em todos os momentos em que nos estressamos. Vai entrar num dilema lá do Depois dos 25...!

Beijos

C. disse...

Gostei do nome Debora, "virar a chave", e se possível jogá-la fora também. Esse fenômeno é quando já deu tudo que tinha pra dar!

Muitos beijos!

C. disse...

Boa sexta!

Andressa Gomes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andressa Gomes disse...

Gostei!

Eu sou assim mais depois de um tempo...

Lizandra Fernandes disse...

Amei esse texto em especial.
Parabéns, você escreve bem.
Beijos.

(http://olhardeliz1995.blogspot.com.br/)

Narrativa Bíblica disse...

"depois de um período de sofrimento"

Depois de um tempo aceitamos(há exceções), estranharia se não tivesse sofrimento algum, sempre há.





Aurora -me disse...

Se você conseguir identificar a teoria dessa prática, dê workshops. Eu estarei lá.

Enquanto isso não acontece... existe alguém para quem você gostaria de escrever uma carta?

Aurora -me disse...

http://cartasdaurora.wix.com/cartasdaurora