sábado, 2 de abril de 2011

Balança da vida


"A vida nos trata como nós a tratamos"

Dia desses me deparei com essa frase folheando uma revista antiga e não saiu mais da minha cabeça. Uma simples frase numa revista velha foi o suficiente para ativar o modo "reflexão" nessa cabecinha voadora que vocês já conhecem.

Dia após dia, fui repetindo internamente essa frase, quase que como um mantra, tentando extrair dela o máximo de sabedoria que ela nos tras. Fui aplicando a frase, como uma grande revisão em cada setor dessa minha vida enlouquecida: trabalho 01, trabalho 02, amigos, familia, relacionamentos, casa, eu mesma.

De cara, pude notar que em muitos casos cobro muito sem oferecer nada de real valor. Faço isso muito mais do que eu gostaria e deveria e os que mais sofrem com isso é a minha familia e eu mesma. Muitas vezes julgo minha familia por se manter distante, por não reconhecerem quando eu preciso de colo e simplesmente passo por cima do fato de estar há 04 meses sem aparecer para visitar a minha mãe e ficar semanas sem ligar para dar um oi para a minha avó. É justo isso? Logico que não....E quanto a mim mesma, quantas vezes reclamo que estou gorda ou que a pele não está legal e eu mesma me "saboto" comendo chocolate e não passando aquele creminho que faz toda a diferença antes de dormir?

Em outros casos não cobro nada mesmo me oferecendo inteira, deixando que entrem, façam o que quiserem comigo e saiam, sem que eu tome uma única atitude, sem que eu sustente a minha palavra. Quem se relaciona e quem mora comigo, sabem disso.

Pelo menos no lado profissional e com meus poucos e sensacionais amigos, está tudo certo. Relações equilibradas, onde eu ofereço o meu melhor e recebo o melhor.

Além desse exercicio fantastico que essa simples frase me proporcionou, ela deixou muito clara para mim uma lição. Talvez uma dica preciosa que sem duvidas, vale para todo mundo: Para que a balança da vida funcione de forma satisfatória, é fundamental que o peso "oferta" e o peso "demanda" estejam devidamente equilibrados.

A regra está claríssima para mim. Agora é colocar pra jogo!

2 comentários:

Georgia disse...

Adorei a frase! Tb me fez refletir sobre a forma como tenho levado minha vida e como tenho a tratado! O meu atual momento (não sei se é bom ou ruim...rss) esta diretamente relacionado com o meu tratamento!

Dama de Cinzas disse...

Belo post! Eu sempre penso nisso, sempre. Quando não recebo algo de alguém ou da vida, me pergunto o que ofertei, o que semei para que aquilo acontecesse, ou deixasse de acontecer.

Quando sinto que doei e nada veio, aí eu reclamo... rs

Beijocas